Telhado do Poliesportivo receberá manta asfáltica

 

A umidade na quadra do Poliesportivo e, principalmente, as goteiras, estão com os dias contados. Já está sendo encaminhado na Prefeitura de Venâncio Aires o processo licitatório para a colocação de uma manta asfáltica, método de impermeabilização mais utilizado no Brasil e que deve resolver a situação.

A manta asfáltica será aplicada no telhado na área em que compreende toda a extensão da quadra. "Não será colocado em todo o telhado e sim naquele espaço que compreende a quadra de jogo. O processo já está no setor de licitação e o edital deve ser publicado no máximo em 30 dias", destaca o secretário municipal de Cultura e Esportes, Saul Zart.

Nesta semana, o presidente da Assoeva, Engelberto Henn, esteve reunido com o Setor Jurídico da Prefeitura para encaminhar o processo e apresentar como uma das provas que as goteiras e a umidade na quadra não é uma negligência do clube, e sim, porque para a colocação do produto é necessário se confirmar o processo até porque o ginásio Poliesportivo é patrimônio público. "Essas provas vamos apresentar à Liga Futsal pois estamos numa situação que não é qualquer um que consegue dormir à noite ainda mais diante da possibilidade do clube sofrer uma punição de R$ 100 mil. Cheguei a comentar que diante de uma situação destas, realmente não se tem motivação para dar continuidade a um trabalho sério realizado até aqui", disse o líder.

Essa multa em que Engelberto se refere é mediante o que foi relatado em súmula quando no jogo entre Assoeva 2x2 Tubarão, pela segunda rodada da Liga Futsal 2018. Naquela ocasião, o primeiro tempo ficou paralisado por 26min em razão das goteiras praticamente nos quatro cantos da quadra.

"Vamos apresentar toda a documentação desse processo de licitação aos auditores. É aguardar e ver o resultado final. O ginásio é do município e tem toda a questão burocrática para uma obra desse gênero. Resta agora ficar na torcida. Com a manta asfáltica também creio que os problemas ao menos de goteiras no ginásio estarão solucionadas", completa o presidente.

NA LIGA FUTSAL

Pela competição nacional, a Assoeva volta à quadra no sábado, 14. O compromisso será diante do Copagril, de Marechal Cândido Rondon. O jogo será disputado a partir das 18h, no ginásio Poliesportivo, com portões fechados.

O torcedor não terá acesso ao ginásio porque a Assoeva irá cumprir a punição imposta pela Liga referente a fatos de indisciplina no jogo de volta da semifinal de 2017, contra o Marreco. A punição foi da perda de um mando de quadra mas a Assoeva conseguiu recorrer e como foi aceito que a equipe mandasse seu jogo em casa, a punição imposta acabou sendo que seria de portões fechados. "É jogo que ninguém terá acesso ao Poli. Ficam as duas equipes, as comissões técnicas, membros da imprensa, seguranças, integrantes da equipe de socorristas e a Brigada Militar", destaca o supervisor da Assoeva, Eliel Hammes.

Texto e foto: Roni Müller/Jornal Folha do Mate

Venâncio Aires/RS - 11 de Abril de 2018 - 12h 12min

Fonte: