Assoeva quer qualificar a estrutura do Poliesportivo

 

A Assoeva/Unisc/ALM está com o seu plantel definido para a próxima temporada, agora começa a projetar os trabalhos extraquadra. No próximo dia 11 haverá a eleição da nova diretoria, mas mesmo sem um nome definido para o cargo de presidente, o grupo que faz a gestão já tem seus projetos para a temporada.

A principal meta do atual presidente Engelberto Henn é reformar o telhado do ginásio Poliesportivo. O local já foi alvo de diversas críticas de adversários e, inclusive, já cancelou jogos da Assoeva. O que mais chamou atenção foi contra o Magnus/Sorocaba, válido pela fase de quartas de final da Liga Futsal.

Na ocasião, as duas equipes estavam em quadra, o torcedor havia lotado o ginásio e a partida seria televisionada para o Brasil. Porém, uma chuva torrencial e o excesso de umidade provocaram o adiamento da partida, já que a quadra não oferecia segurança aos atletas.

Temos sérios problemas de infiltração no nosso telhado do Poliesportivo e já conversamos com a Administração Municipal que vai nos ajudar neste quesito", Engelberto Henn, presidente da Assoeva.

Segundo Engelberto Henn, a Assoeva precisa tornar o ginásio Poliesportivo um cartão de visitas. "Temos alguns projetos, mas para isso precisamos buscar algumas parcerias que nos ajudem a dar melhores condições ao nosso torcedor e visitante. Nosso objetivo é tornar o Poliesportivo um cartão de visitas, para quem vir ao ginásio que possa sair falando bem da Assoeva e de Venâncio Aires", projeta.

Para concretizar esse objetivo, o dirigente espera para os primeiros meses da temporada a reforma do telhado do ginásio. "Nosso principal problema são as goteiras e para isso projetamos a colocação de uma manta asfáltica no telhado. A umidade já reduziu com a troca do piso no ano passado, mas como o ginásio está em um nível inferior acaba que naturalmente gera uma certa umidade", explica Engelberto.

O atual presidente da Assoeva ressalta que os resultados da última temporada vão trazer mais apoiadores. O dirigente também projeta outras reformas no ginásio Poliesportivo. "Nós temos alguns problemas sanitários que exigem uma atenção e uma necessidade de mudança. No ano passado já pensamos em fazer um camarote no palco, onde há um espaço ocioso. Também é necessário projetar uma nova sala para a comissão técnica, em um local adequado, sem infiltrações e umidades. Para fazer isso vamos precisar de empresas que tenha esse tipo de material para nos ajudar", detalha.

NOVA DIRETORIA

Apesar de já haver um planejamento para a temporada, a diretoria ainda não definiu um nome para assumir o cargo de presidente. Atual líder do grupo, Engelberto Henn não descarta seguir por mais um mandato, mas dentro de suas possibilidades.

O nome do ex-presidente Vianei Hammes também é sondado para voltar a assumir o cargo. O ex-presidente do Guarani Luiz Paulo Assman Jr foi convidado, mas negou a possibilidade e disse que pode ajudar em outro cargo. Os demais dirigentes devem seguir no grupo diretivo.

Texto: Daniel Heck

Foto: Roni Müller

Venâncio Aires/RS - 05 de Janeiro de 2018 - 18h 37min

Fonte: Assessoria de Imprensa Assoeva/Unisc/ALM